Logo_siteLogo
Data (3)

Santos Brasil inicia obras para aprofundamento e reforço do cais

Alterações são necessárias para a instalação de trilhos para os novos portêineres no Tecon Santos


A Santos Brasil iniciou as obras de aprofundamento do cais e de reforço estrutural para a instalação de trilhos para os novos portêineres no Tecon Santos, estrutura localizada na margem esquerda do Porto de Santos (SP). A ação, que está orçada em R$ 100 milhões e tem duração prevista de 15 meses, é mais uma etapa do projeto de modernização e ampliação do terminal.

De acordo com o presidente da Santos Brasil, Antônio Carlos Sepúlveda, a companhia tem uma visão de longo prazo e não pretende alterar seu plano de investimentos em função da crise provocada pela Covid-19. “O setor portuário tem importância estratégica para o país e a nossa responsabilidade para com a sociedade exige que estejamos preparados para atender com qualidade as demandas futuras”, diz.

As melhorias reforçarão a estrutura do cais para receber trilhos para os novos portêineres, que também fazem parte do projeto de modernização do terminal. Os dois primeiros equipamentos, de um total de oito, jA estrutura para a instalação dos trilhos, que será realizada pela construtora Piacentini do Brasil, ocorrerá paralelamente à outra já em andamento no terminal, cujos investimentos somam R$ 150 milhões e que amplia a extensão do cais acostável dos atuais 1.290 m para 1.510 m.já chegaram ao terminal e entraram em operação no último dia 3 de abril.

Com a conclusão das duas frentes de trabalho, prevista para meados do próximo ano, toda a extensão do cais de atracação do Tecon Santos e do Terminal de Veículos (TEV) terá profundidade máxima de 16 m.

Outras obras previstas serão realizadas ao longo dos 1.090 metros do cais de atracação – dos berços 1 e 2 do Tecon Santos e do TEV – e aumentarão a profundidade máxima do cais para 16 m. Atualmente, apenas o berço 3 do Tecon já conta com 16 m de profundidade.

O projeto de ampliação e modernização do Tecon Santos permitirá que o terminal tenha capacidade para receber simultaneamente até três navios New Panamax, de 366 m, adequando-o para a nova categoria de embarcações prevista para escalar no porto nos próximos anos.

O investimento total previsto no projeto de ampliação e modernização do Tecon Santos é da ordem de R$ 1,5 bilhão em valores atualizados. Ele aumenta a produtividade operacional, a eficiência energética, a velocidade e o fluxo da operação e amplia em ao menos 20% a capacidade de movimentação do terminal, de 2 milhões de TEUs para 2,4 milhões de TEUs por ano.

O atual ciclo de investimentos no Tecon Santos começou em 2018, com uma primeira fase de aquisições de equipamentos, no valor de cerca de R$ 100 milhões, referentes à compra dos dois portêineres – com 50 m de altura, comprimento de lança de 70 m e capacidade para movimentar até 100 toneladas –, 30 reboques e 30 terminal tractors para a movimentação de cargas no pátio. Desde então, a companhia já investiu mais de R$ 170 milhões na modernização do Tecon, totalizando R$ 235 milhões em todas as suas unidades de negócio, entre 2018 e 2020.

 

 

 

Fonte: Site Tecnologística