BRZ20IMS-LOGO-INTERMODAL-NOVO-PORT

31 de agosto a 2 de setembro de 2021 - São Paulo Expo

Intralogística: por que é essencial e como torná-la mais eficiente? 

 

O que fazer para tornar sua logística interna mais organizada? Confira dicas que ajudarão a beneficiar o fluxo de mercadorias de sua empresa. 

Também conhecida como logística in house, a intralogística é o conjunto de ações de uma empresa, o que inclui o transporte e controle de produtos finalizados. No entanto, embora conte com processos externos, a estratégia se concentra dentro do galpão.  

Normalmente, uma operação logística é analisada como um todo. Porém, sem precisão no controle de armazenagem, na movimentação e na separação, entre outros, o resultado final corre grande risco de ser comprometido.  

Quer entender melhor o conceito de intralogística e saber o que é feito atualmente para melhorar essa estratégia? Continue com a gente e confira o artigo completo! 

Leia mais: Digitalização como ferramenta de apoio à tomada de decisão 


Por que a intralogística é vital para uma grande companhia? 

A intralogística envolve alguns dos processos mais importantes dentro da logística, como atendimento, armazenamento e abastecimento. Quando ela é executada com competência, as chances de sucesso de toda a operação são bem maiores.  

Mas não é só por isso que a intralogística é essencial para as grandes empresas. A padronização que se consegue a partir da estratégia funciona como um "efeito cascata do bem", com operacionalidade mais organizada e simplificação de processos para todos os players.  

Em outras palavras, a intralogística transforma a infraestrutura da empresa em um cenário mais simples e lógico. Tanto os colaboradores quanto os agentes externos, como fornecedores e transportadores, conseguem identificar os processos e acompanhá-los e executá-los com mais qualidade. 

 

Como a intralogística melhora a eficiência de uma empresa? 

Naturalmente, a sincronia permitida pela intralogística resulta em benefícios que agregam valor ao serviço prestado. É uma integração que impacta diretamente o fluxo logístico e os números finais de cada operação.  

Carlos José, gestor da RDR Soluções Logísticas, vai por esse caminho quando comenta sobre as vantagens da intralogística no dia a dia.   

"Não há como negar que a logística sempre foi uma área de alto custo para qualquer empresa. E como não é possível fugir por completo desses gastos, é preciso buscar formas de otimizá-los. Com a intralogística isso é possível, pois sincronizamos os processos e tiramos o melhor de cada equipe”, observa.  

Além da contenção de custos, fica claro que a intralogística consegue transformar a realidade da empresa, melhorando o uso das ferramentas disponíveis e facilitando o acompanhamento operacional por parte dos gestores. 

 

Como estruturar um sistema de intralogística eficaz? 

Funcionando essencialmente como um sistema uniforme, a intralogística tende a ser trabalhada com mais qualidade em negócios que já adotam a integração de equipes diariamente.  

A ideia de ser um conjunto de atividades desenvolvidas pela mesma empresa pode passar a impressão errada para gestores que ainda não iniciaram a estratégia. 

"Oras, se é dentro da mesma companhia, então a comunicação direta é algo automático", alguns podem pensar.  Mas não é bem assim. A verdade é que ainda são muitos os negócios que não implementam corretamente a integração de setores e equipes.

E o fato de todos estarem presentes no mesmo lugar não resolve isso.  Para estruturar um sistema de intralogística eficaz, primeiramente é preciso garantir a integração profissional. Em uma grande empresa, isso não pode ser feito por "recados" ou ferramentas obsoletas.  

É fundamental contar com sistemas de gestão para controle, armazenamento e compartilhamento de informações, bem como com soluções automatizadas para diferentes processos, tais como: 

  •  Recebimento e armazenamento; 
  • Atendimento ao cliente; 
  • Distribuição. 

 

Quais ações podem ser tomadas para melhorar ainda mais esse sistema? 

O primeiro ponto que se deve entender é que nenhum bom resultado acontece por acaso. Por exemplo, é lógico que a adoção da intralogística passa por automatização de processos e aquisição de softwares. Mas até para isso é necessário ter um conhecimento prévio.  

Ou seja, antes de adquirir e implementar tecnologias, a sua empresa deve se transformar internamente. É preciso ter uma gestão voltada à inovação e às boas práticas do setor. Uma organização com visões retrógradas dificilmente terá sucesso em uma empreitada repentina rumo ao digital.  

Isso fica claro quando analisamos as palavras de Carlos José: "Na RDR, tivemos facilidade em desenvolver a intralogística, pois a empresa prima pela inovação. Não é de agora; essa visão vem desde a fundação, nos anos 80. Por isso, foi mais fácil passar por cada adaptação a novas soluções tecnológicas".  

Com isso, podemos entender que a transformação deve começar de dentro para fora. A partir daí, a implantação da intralogística fica muito mais simples. 


Quais invenções e métodos são aplicados na intralogística atual? 

Atualmente, as empresas que já trabalham bem a intralogística e primam pela inovação conseguem dar passos maiores, implementado novos métodos e ferramentas.  

Com certeza a tecnologia que mais se destaca hoje em dia é o Warehouse Management System (WMS), um software completo que possibilita o controle de todas as operações dentro de um armazém. Praticamente um "baú do tesouro" para a intralogística.  

Também já estão em ação, mas em menor escala, robôs logísticos que trabalham na movimentação de paletes e mercadorias dentro dos galpões. Para as grandes corporações que já adotam essas soluções, o aumento de eficiência é extremamente significativo.  

A Internet das Coisas (IoT) entra no grupo de novas aplicações impulsionadoras da intralogística atual. A tecnologia permite o controle e a manipulação de equipamentos de maneira remota e segura.  

Em suma, investir na intralogística é apostar no desenvolvimento da sua empresa. Está claro que a estratégia resulta em uma série de benefícios que custariam muito mais se fossem buscados individualmente.   Mas lembre-se: a mudança deve começar de dentro para fora.

Com uma gestão mais inteligente, você tende a acertar mais na aquisição e implementação das soluções necessárias.  

Para saber mais sobre intralogística e outros assuntos relacionados ao tema, siga as redes sociais da Intermodal South America e acompanhe os novos conteúdos de nosso site!